E LEMBRE-SE! ...

... não te esqueças de agradecer ao bom Deus pelo dom maravilhoso da vida! L.s.N.S.J.C.!

sábado, 12 de janeiro de 2013

EVANGELHO de 13 de janeiro: Batismo do Senhor

COMO o povo estivesse na expectativa, todos se perguntavam interiormente se João era ou não o Cristo, e ele respondia a todos: "Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desatar a correia das suas sandálias. Ele vos batizará com o Espírito Santo e fogo". Enquanto todo o povo era batizado e Jesus, batizado, estava em oração, o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre ele, em forma corpórea, como uma pomba. E do céu veio uma voz: "Tu és o meu filho amado; em ti está o meu agrado." (Lc 3, 15-16. 21-22)


Nas vésperas e no início da era cristã, grande era a expectativa da vinda do Messias. O povo discutia e refletia, em seu coração, as profecias que falavam do Enviado de Deus. Por ocasião da Anunciação, a mesma atitude interior animava o coração da Virgem Maria. Humilde, ela hesita em se reconhecer naquela que o Anjo saúda com o nome de “cheia de graça”. Agora, a multidão, que buscava o batismo de João Batista, interroga-se: Não é ele, porventura, o Messias esperado? O próprio João Batista afasta toda dúvida, ao declarar: “Aquele que vem após mim me precedeu porque antes de mim ele era”. Alusão à preexistência de Jesus, o Verbo de Deus encarnado, eterno e transcendente. Em sua franqueza e humildade, João confessa não ser digno de desatar a correia das suas sandálias. Em outras palavras, ele não é nem mesmo digno de ser seu escravo. 

“João batiza e Jesus aproxima-se. Talvez, reflete S. Gregório de Nazianzo, para santificar igualmente aquele que o batiza e, sem dúvida, para sepultar nas águas o velho Adão”. João convoca à conversão, retorno à fonte de vida, que é o início do retorno à mensagem salvadora de Deus. “João reluta, Jesus insiste, Eu é que devo ser batizado por ti” (S. Gregório de Nazianzo). Jesus desce às águas e o relato bíblico fala de que “o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre ele”. 

No entanto, João simplesmente prepara, Jesus é quem dará “o batismo com o Espírito Santo”. João é o arauto do Messias, que, pelo Espírito Santo, purificará e santificará conduzindo todos à feliz e eterna comunhão com Deus. São Gregório de Nazianzo acrescenta: “Jesus sai das águas, elevando consigo o mundo que estava submerso, e vê abrirem-se os céus de par em par, pois Adão tinha-os fechado para si e sua posteridade, assim como o paraíso, que lhe fora vedado por uma espada de fogo”. 

O batismo de Jesus proclama o nosso batismo, no qual nos é concedido o Espírito Santo, presença do inefável amor de Deus em nossa vida.  Pelo batismo participamos da vida divina e fazemos parte da família de nosso Pai do céu. Por isso, dirá Orígenes: “O céu se abriu e o Espírito Santo desceu para o perdão dos pecados de todo o mundo”. (Nossa Senhora dos Aflitos


Salve Maria!

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja à vontade!