E LEMBRE-SE! ...

... não te esqueças de agradecer ao bom Deus pelo dom maravilhoso da vida! L.s.N.S.J.C.!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

TELEVISÃO sem som

por Padre Zezinho, scj

ESSES dias fizemos uma experiência bastante interessante; eu e alguns amigos. Experimentamos ficar dez minutos em silêncio diante da televisão com o som desligado. Observamos os rostos, o movimentar-se das pessoas e toda a profusão de imagens que a televisão cria. Deveríamos interpretar o que apenas as imagens diziam. 

Sem som nenhum, tivemos mais tempo de prestar a atenção no fenômeno da imagem. È uma experiência altamente pedagógica, porque acentua-se o sorriso, o olhar, o abraço, a mão na mão, o aconchego, o entusiasmo, o sonho, a ilusão, a lágrima, os corpos que se mexem, a ira nos olhos, tudo isso, junto à profusão de cores, imagens que geram imagens e que se sucedem. 

Nossos olhos costumam ver mais do que nossos ouvidos ouvem. Vão mais longe. São mais abrangentes. Se vemos mais e se estamos sem dúvida na era das imagens então é melhor que saibamos interpretá-las e usá-las direito. 

Não nos damos conta, mas é pelos nossos olhos que entram a maioria dos valores e também a maioria das tentações do nosso mundo moderno. Duas horas de televisão sem som por semana seriam uma ótima experiência educacional para todos nós que, tendo que viver na era imagem, não percebemos ainda o seu poder de sedução. Imagens falam, ainda que em silêncio. Muitos irmãos de outras igrejas que combatem o uso delas ainda não perceberam isso. É possível usá-las sem adorá-las e pode-se ler uma imagem. Os sinais e as placas das estradas são imagens que não falam. Mas nós sabemos o que elas dizem! As imagens de Francisco e Clara de Santo António não falam, mas dizem coisas! Meu livro não fala, mas diz coisas. Eu é que  tenho que saber ler aqueles sinais e aquelas fotos. 

O fanatismo ou o feitiço moderno entra pelos olhos, mas a fé também pode entrar. O problema não está nas imagens. Está em quem não sabe usá-las. (Voz de Nazaré, ed. 472)

"AMAI-VOS uns aos outros como eu vos tenho amado."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja à vontade!