E LEMBRE-SE! ...

... não te esqueças de agradecer ao bom Deus pelo dom maravilhoso da vida! L.s.N.S.J.C.!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

MARIA, Rainha dos corações


A FESTA de hoje (22ago.) foi instituída por Pio XII, em 1955. Antecedida pela festa da Assunção de Nossa Senhora, celebramos  aquela que é a Mãe de Jesus, Cabeça da Igreja, e nossa Mãe.


 Maria recebeu permissão de Deus para cuidar do coração do homem sendo o primeiro deles, o próprio Jesus. Esta autoridade sobre Jesus homem e que se estende sobre todos nós, faz parte do plano de Deus em salvar a humanidade, portanto, uma autoridade que visa à salvação de todos os homens. 

A devoção à Santíssima Virgem Maria é necessário à salvação da humanidade. É no interior do homem que o Reino de Deus é implantado e Maria tem acesso a este lugar por ser Rainha dos corações. 

É corretíssimo dizer que Maria é a Rainha do céu e da terra, porque a adoção de Maria a nós, não está somente sobre nós quanto a dimensão do corpo, mas sobre tudo na dimensão da alma. O corpo pertence à terra e a alma pertence ao céu. O coração do homem é o lugar onde residem as duas realidades, “céu e terra”, “corpo e alma”. O Reino de Maria atinge estas duas dimensões, é isso que a torna Rainha dos corações.
Maria, rainha do céu e da terra

 Este tipo de linguagem é próprio dos filhos de Deus. Bem aventurados os que fazem parte desta geração de Maria, pois somente a eles são revelado os segredos de Deus. Só Maria dá aos miseráveis filhos de Adão e Eva a possibilidade de entrar no Reino de Deus, pelos méritos dela formar em nós o novo homem nos mesmos moldes que ela gerou Jesus. Tratado da verdadeira devoção à SS.ma Virgem, nº 19 de S. Luís de Montfort.

Se Maria é a Rainha do céu, isso significa que por ela existe um caminho que chega até lá, uma porta que se abre não para os invasores ou descrentes, mas aos eleitos, para aqueles que são frutos do teu ventre. Tratado da verdadeira devoção à SS.ma Virgem, nº 164 de S. Luís de Montfort.
 
O Salmo 86 traz como título “Cidade de Deus”. Um lugar onde as pessoas são geradas para Deus, são os eleitos que povoarão esta cidade. Este lugar é o ventre de Maria, um lugar seguro, um escudo de proteção contra o inimigo, contra os algozes. É aí que queremos ser formados, gerados, transformados em homens novos. Ficamos por muito tempo deserdados do paraíso por causa da desobediência dos nossos primeiros pais Adão e Eva, mas Deus a escolheu como Cidade Santa, para reinar no coração dos homens, a fim de que, sendo vós a Rainha do nosso coração, tenhamos Jesus como nosso único Rei, Senhor e Salvador. Tratado da verdadeira devoção à SS.ma Virgem, nº 262 de S. Luís de Montfort. 

Na Carta Encíclica Augustissimae Virginis Mariae, Leão XIII afirmava; “quando, pois, se iniciou o curso dos séculos, aos progenitores do gênero humano, caídos na culpa, e aos seus descendentes, contaminados pela mesma mancha, ela foi dada como penhor da futura reconciliação e da salvação”. Papa Leão XIII – Setembro de 1897 nº 1. 

Maria é Rainha dos corações justamente porque ela participa do plano de salvação como modelo de nova Eva, sem mancha do pecado, reconciliando-nos assim com Cristo.
Marcelo Pereira (no Blog FÁTIMA Hoje)

"AMAI-VOS uns aos outros como eu vos tenho amado."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja à vontade!